sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Haja Coração supera Totalmente Demais

Haja Coração
“Haja coração” superou “Totalmente Demais” e é o maior sucesso do horário das sete desde “Cheias de charme”, de 2012. Com pouco mais de um mês para terminar, a novela de Daniel Ortiz tem a maior média de audiência numa novela do horário em quatro anos pelo PNT (Painel Nacional de Televisão): 29 pontos com 43% de participação, 27 pontos com 41% em São Paulo, e 29 pontos com 45% no Rio.
A novela das sete anterior, que foi considerada um grande sucesso, registrou 27.4 pontos de de média geral, com 43,1% de participação. Já “Cheias de charme”, no ar no “Vale a pena ver de novo”, marcou 30 pontos. O pico de “Totalmente demais” foi no último capítulo, quando alcançou 37 pontos. Já o maior número de “Haja coração” foi 33 pontos em quatro datas diferentes.
Divulgação/Extra

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

BOMBA: Gabriela Rivero, a professora Helena da versão mexicana de “Carrossel”, revela que crianças fumavam nos camarins!

gabriela_rivero
Gabriela Rivero, conhecida por ter interpretado a professora Helena na versão original de “Carrossel”, de 1989, contou que as crianças da novela mexicana fumavam nos bastidores das gravações. A revelação foi feita enquanto a atriz dava uma entrevista ao programa peruano “Mathi Nait”, apresentado por Mathías Brivio.
No início do bate-papo, Gabriela recordava com carinho o período em que interpretava a famosa personagem e disse que ainda é reconhecida nas ruas, embora na época tivesse 24 anos e hoje tenha 51. A atriz também contou que muitas mães a procuram para pedir conselhos quando têm algum problema com os filhos, se esquecendo de que Gaby, como é conhecida, não é realmente uma professora.
Ao ser perguntada sobre as crianças, Gabriela lembrou que na época a criança mais velha, Palillo, tinha 11 anos e a menor, Coki, 5. Mas o ambiente de trabalho não impediu as crianças de fazer travessuras, já que muitas delas fumavam tabaco escondido nos camarins. “Eu dizia: ‘De onde vocês tiraram esses cigarros?’. ‘Da sua bolsa!’. E então eu respondia: ‘Ah, então ainda por cima são ladrões!'”, revelou, rindo.
Ao mesmo tempo, a atriz destacou que tinha a preocupação de não fumar na frente das crianças para não dar a elas um mau exemplo. Mas parece que isso não as impediu de imitar o hábito nos bastidores de “Carrossel”, que ficou dois anos no ar e foi transmitida para diversos países, dentre eles o Brasil.
Fonte: Ego.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Atores se emocionaram com câmera no lugar de Montagner: “Seguimos o trabalho com ele e por ele”

(Foto: Reprodução/TV Globo)
(Foto: Reprodução/TV Globo)
O público se emocionou com as cenas sem Domingos Montagner em “Velho Chico”, que começaram a ser exibidas no capítulo desta segunda-feira (26). O diretor, Luiz Fernando Carvalho, e os autores, Benedito Ruy Barbosa e Bruno Luperi, decidiram fazer uma espécie de homenagem ao ator, mantendo as suas cenas na reta final da trama e utilizando o recurso de câmera subjetiva, onde o telespectador acompanha tudo pelos “olhos” do personagem.
Em entrevista ao “Vídeo Show” desta terça, Gabriel Leone e Bruna Buscacio revelaram que o elenco também se emocionou durante as gravações das cenas. “A ideia da nossa equipe foi seguir o trabalho com ele e por ele. Não é fácil o que a gente tá fazendo, mas ao tempo é muito bonito, porque a equipe toda se uniu, se olhou no olho, se deu as mãos em uma corrente de luz e de amor em prol de terminar de contar essa história”, disse Leone.
“Muito bom de fazer, muito bom de assistir e a de ver a resposta do público. E o Santo vai estar sempre com a gente”, afirmou Bruna.
A Globo exibe o último capítulo de “Velho Chico” nesta sexta-feira (30), e vai prestar uma homenagem a Domingos no encerramento do folhetim.
Fonte: tvofoco

Autora fala sobre novela cancelada na Globo

Thelma Guedes e Duca Rachid. (Foto: Divulgação)
Thelma Guedes e Duca Rachid. (Foto: Divulgação)
Ao UOL, Thelma comentou o caso e falou sobre novos projetos no canal: “A gente ficou sabendo que foi cancelado, mas mais detalhes só com o departamento de comunicação da Globo. Porque a gente não tem detalhes, a gente estava fazendo o projeto. Isso é normal, faz parte do nosso trabalho, a gente está lá para oferecer nossas ideias. Às vezes não dá certo, isso é normal. Com a gente não tinha acontecido, aconteceu agora. A gente vai apresentar outras ideias, outras sinopses, isso é o que não falta para a gente”.
Demonstrando conformidade e esperança em próximos trabalhos, Thelma comentou: “A novela só ia ao ar daqui a um ano, a gente sempre reforçava isso. Era um projeto ousado, um thriller. Mas normal, vida que segue”.
Ela diz que vai recomeçar do zero uma nova sinopse: “Vamos começar uma coisa nova. A gente promete que vem coisa boa aí”.
Duca e Thelma fariam essa novela, que seria a última em dupla das autoras, que depois seguiriam em carreira solo. No lugar de “O Homem Errado”, entrará uma novela de Walcyr Carrasco, que teve suas férias de 2017 canceladas.
Elas já escreveram juntas “O Profeta”, “Cama de Gato”, “Cordel Encantado” e “Joia Rara”.
Fonte:otvfoco

Sitio do Picapau Amarelo terá nova versão na Rede Globo



Vem aí mais uma versão do Sítio do Picapau Amarelo. A Rede Globo vai produzir uma nova série infantil inspirada na história de Monteiro Lobato.
Segundo a coluna do jornalista Daniel Castro, a nova versão deverá chegar à TV por volta de 2017, ainda sem uma data específica, mas depois da estreia da nova Os Trapalhões.
Esta é a terceira versão do Sitio do Picapau Amarelo na Rede Globo. A primeira data de 1977, sendo que as anteriores foram produzidas, respectivamente, pela TV Tupi em 1952, pela TV Cultura em 1964 e pela TV Bandeirantes em 1967. A última estreou eo 2001 e foi até 2007. O projeto será dirigido por Ricardo Waddington e não há elenco anunciado.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Rodrigo Lombardi sobre substituir Domingos Montagner em série: "Honrado"

Rodrigo Lombardi sobre substituir Domingos Montagner em série: "Honrado"Foto: Reprodução/ Instagram
publicidade
Neste domingo (25), Rodrigo Lombardi fez uma postagem em suas redes sociais para falar sobre substituir Domingos Montagner na série "Carcereiros", da Globo.
 
"Essa semana recebi um convite. Melhor... essa semana fui promovido. Melhor... essa semana fui honrado com esse convite. A incumbência de substituir (se é que a palavra se aplica nesse caso) meu amigo "Mingo" na série CARCEREIROS. Vou me jogar de cabeça! Como tento fazer sempre! Mas dessa vez, prefiro imaginar um salto, um voo, como num trapézio ou maca russa, ou mesmo qualquer um desses paralelos que traçamos em muitas das nossas conversas, mano véi... Sem rede! Sempre! Dói ainda", escreveu o ator.
 
 
E concluiu: "Manda beijos pro Magnani e pro Gleizer! Pede pro Magnani contar a história do "tú é teu" e pro Gleizer pergunta se ele ainda topa uma queda de braço. Pro meu pai... Bem, não precisa, to falando com ele agora."

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Camila Pitanga volta a gravar “Velho Chico” nesta quarta-feira e manda recado para público!


camila_pintaga_velho_chicoNa manhã desta quarta-feira (21), Camila Pitanga usou seu perfil no twitter para avisar que voltou a gravar a novela “Velho Chico” após se afastar das locações depois que Domingos Montagner morreu afogado no rio São Francisco, na quinta-feira (15). Na rede social, a artista que acredita ter sido salva pelo ator escreveu: “Bom dia para vocês! Hoje eu volto a gravar. Peço que orem por mim“.
Na terça-feira, Camila recebeu flores dos fãs. Para agradecer, a Tereza da trama de Benedito Ruy Barbosa publicou uma mensagem na rede social. “Eu jamais conseguirei agradecer a tanto carinho que vocês sempre me deram e me dão agora. Mas por essa eu não esperava. Um de vocês, que não assinou o próprio nome, me mandou flores e esse bilhete. Em nome de cada uma das “cutruvias” que tornam meus dias melhores. É impossível responder a todos. Me desculpem. Mas agradeço a cada um. Obrigada a vocês que sempre me lembram que a vida pode ser linda“.
Fonte: Pure People.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Camila Pitanga volta a gravar ‘Velho Chico’ nesta quarta-feira

Camlila volta a gravar nesta quarta-feira Foto: Reprodução/TV Globo
Extra

Aos poucos, o ritmo das gravações das cenas finais de “Velho Chico” estão voltando ao normal. Fora do grupo que retornou ao Nordeste no último sábado para gravar as cenas que estavam faltando, a previsão é que Camila Pitanga se junte aos colegas e volte a gravar a novela das nove da Rede Globo nesta quarta-feira, no Projac, quando todos já estarão de volta.


Fonte: Extra globo

“Supermax”, série de terror que estreia hoje na Globo!

supermax

As referências vão de “Lost” a “The Walking Dead” intercalando com outras séries e filmes de suspense e terror dos últimos quinze anos. “Supermax”, a nova atração da Globo, que estreia hoje (20/09) na TV aberta, não apresenta nada de original. Pelo contrário: vem recheada de todos os mais batidos clichês que fazem a festa dos fãs do gênero. E nem poderia ser diferente: terror, sustos, sangue, monstros, seres ou almas de outros mundos usados para potencializar o medo povoam o imaginário coletivo desde a mitologia greco-romana, passando pelas pinturas de Bosch e romances de aventura de Julio Verne.
Não é original para quem está acostumado ao gênero. Entretanto, a  emissora aposta em algo pretensioso e inédito na TV brasileira: o terror vendido com o padrão da televisão americana. Zé do Caixão já havia usado a fórmula no cinema e na TV, mas tudo dentro de seu estilo e orçamento. A Globo aposta alto. Para isso, deu total liberdade de criação ao diretor artístico José Alvarenga Jr. e a uma equipe de roteiristas antenada, gente de cinema e literatura: Carolina Kotscho, roteirista de cinema, Raphael Draccon, autor da trilogia literária de fantasia “Dragões de Éter”, Fernando Bonassi, do romance “Luxúria”, Bráulio Mantovani, do filme “Cidade de Deus”, e Denisson Ramalho, especialista em filmes de terror.
“Supermax”, a princípio, parece um reality-show (com direito a participação de Pedro Bial na estreia). Logo no segundo episódio, os 12 confinados num presídio de segurança máxima no meio da Amazônia percebem que algo está errado. Abandonados à própria sorte, os personagens se digladiam pela sobrevivência enquanto fatos bizarros acontecem. A atração vai ao ar sempre após as 23 horas e não poupa o telespectador de tudo o que o horário permite: sexo, nudez frontal, palavrões nunca antes ouvidos na TV aberta, violência, mutilação e muito sangue. Mas nada é gratuito, tudo está no contexto do programa.
supermax_partipantes
Até a metade, a narrativa é confusa. No afã de apresentar os personagens e a tensão crescente entre eles, o roteiro parece uma metralhadora desgovernada, atira para todo lado. Alguns diálogos são ruins e alguns atores parecem mal dirigidos. Um estranhamento que vai se diluindo com o avanço da trama, à medida que escolhemos quais personagens gostamos e quais odiamos (comum no público em séries com vários personagens e realities de competição). Fica a dúvida se a canastrice inicial é proposital – afinal de contas, participantes de realities de confinamento são canastrões no início, até as máscaras começarem a cair.
A ideia de iniciar a história a partir de um reality-show é boa – o reality serve à narrativa. Os personagens têm os vícios de quem conhece a dinâmica desses programas intensificados pelo fato de nenhum deles ser flor que se cheire: todos tem dívidas com a sociedade, são culpados de algum crime. Ou seja, a princípio, ali ninguém é amigo de ninguém. Todos desconfiam de todos e de tudo – inclusive – e principalmente – o telespectador. Não se sabe o que é real e o que é delírio e tudo pode acontecer. Assim como nada. O que é ruim, pois confunde e irrita o público.
Só a partir do sexto episódio – depois que conhecemos bem os participantes – a história ganha estofo e as peças começam a se encaixar. A tensão só aumenta e o programa melhora muito a cada episódio. A narrativa avança abusando de efeitos especiais, fantasia e pirotecnia, mas nunca fazendo cair o interesse pelo desfecho da história. Desfecho esse ainda desconhecido, já que a emissora disponibilizou no Globo Play todos os episódios menos o final, que só vai ao ar em dezembro.
supermax_presidio
“Supermax”, definitivamente, é uma atração de nicho, não é para todos os gostos. Os fãs de séries americanas gostarão se deixarem de lado o preconceito por essa ser uma produção brazuca e entenderem que ela não se pretende original. Pelo contrário, merece endosso só pela ousadia da Globo em apostar nesse formato inédito. E é um excelente começo.
Fonte: Nilson Xavier / TV & Famosos / Uol Entretenimento.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Angelina Jolie pede divórcio de Brad Pitt, que diz: "estou muito triste"

Angelina Jolie pede divórcio de Brad Pitt, que diz: "estou muito triste"Foto: Divulgação
publicidade
Angelina Jolie pediu o divórcio do atorBrad Pitt nesta segunda-feira (19).
 
A atriz quer a guarda exclusiva dos seis filhos, com direito regular a visitas de Brad. Ela não quer pensão.
 
O comportamento de Brad Pitt com os filhos fez com que Angelina Jolie tomasse essa atitude. O TMZ informa que a advogada do caso é Laura Wasser, especialista em separação de celebridades.
 
O ator enviou um comunicado oficial para a revista People falando sobre a separação.
 
"Estou muito triste com isso, mas o que mais importa agora é o bem-estar de nossos filhos. Peço à imprensa para dar-lhes o espaço que merecem durante este tempo difícil", disse o ator.
 
A separação acontece após 12 anos juntos. Eles são pais de Maddox, 15, Pax, 12, Zahara, 11, Shiloh, 10, e dos gêmeos Knox e Vivienne, 8.

Após se envolver em escândalo, Alexandre Borges pode ter papel reduzido em “Haja Coração”!

Alexandre Borges
Depois de ter um vídeo íntimo de Alexandre Borges viralizado nas redes sociais, na companhia de uma mulher e mais duas pessoas, que seriam transexuais, a Globo agora analisa os danos causados pela filmagem. Atualmente, o artista vive o personagem Aparício na novela “Haja Coração”, par romântico de Rebeca, papel de Malu Mader.
De acordo com o colunista Leo Dias, do jornal “O Dia”, autor da publicação do vídeo em sua coluna, existe a possibilidade de que seu personagem diminua seu papel na trama e que, ao fim, o artista descanse sua imagem. A decisão será tomada por Silvio de Abreu, diretor de departamento de dramaturgia diária.
Fonte: Pure People.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Camila Pitanga tem crise nervosa, não consegue gravar “Velho Chico” e precisa ser sedada!

tereza_velho_chico
Atriz vive a protagonista da novela de Benedito Ruy Barbosa.
Ainda em choque com a morte do protagonista de “Velho Chico”,  Domingos Montagner, a Globo está enviando um reforço de profissionais para as gravações finais da novela. Um grupo de médicos e psicólogos (estes últimos especializados em depressão e luto) já começou a ser enviado desde ontem para reforçar a produção da novela, cujas locações estão instaladas na divisa entre Sergipe e Alagoas.
A maior preocupação da Globo é com Camila Pitanga, que, pelo menos até ontem à noite, ainda não tinha condição nenhuma de voltar ao trabalho. Segundo esta coluna,  Camila passou muito mal ontem pela manhã – segundo amigos, de tanto chorar – , mas depois se recuperou. Ela teve de ser sedada para conseguir dormir um pouco, após o enterro, e não pode iniciar as filmagens da novela.
“Velho Chico” se torna a mais difícil finalização da história da Globo: pelo tamanho da produção, pela importância do produto e, principalmente, por causa da comoção com a morte do ator, dentro e fora do elenco. A emissora corre contra o tempo, pois a novela está nos capítulos finais e, até ontem, só havia dois episódios inteiramente finalizados. Há outros dois já montados, mas ainda faltava toda a edição.
Fonte: Ricardo Feltrin / Uol Entretenimento / TV & Famosos.

Globo planeja novo “Sai de Baixo” com Tom Cavalcante após o “Fantástico”!

sai_de_baixo
Humorístico é um dos maiores clássicos da TV Globo.
A Globo está desenvolvendo a passos largos um novo programa para as noites de domingo, após o “Fantástico”. Escrito por Marcelo Saback, será um humorístico com plateia e participação de grandes nomes do humor liderados por Tom Cavalcante, dentre eles, Fabiana Karla, Rodrigo Sant”anna e Talita Carauta.
O projeto está correndo no departamento do Boninho e já provoca uma grande expectativa, porque até agora, apesar dos muitos tiros naquela faixa, ainda não foi possível criar algo que pudesse neutralizar o “Programa Silvio Santos” do SBT.
Os filmes, “Planeta Extremo” e até mesmo coisas como o “Tomara que Caia”, de triste lembrança para todos, não surtiram efeito. Apenas o formato “Big Brother Brasil” tem bons resultados, no seu período de apresentação, frente ao concorrente.
Por tudo isso, essa tentativa de um novo “Sai de Baixo”, com o mesmo Tom Cavalcante e que marcou época na emissora, já cria toda uma atmosfera e possibilidade de bons resultados. Importante reforçar que o produto está em desenvolvimento e depende da aprovação do diretor-geral Carlos Henrique Schroder. Se receber sinal verde, poderá estrear ainda este ano ou depois do “BBB 17”, em abril.
Fonte: Flávio Ricco / Uol Entretenimento / TV & Famosos.

“Velho Chico”: Luiz Fernando Carvalho vai dirigir cenas de Domingos Montagner em formato de primeira pessoa, algo inédito na TV brasileira!

luiz_fernando_carvalho
A equipe de “Velho Chico” definiu neste sábado (17), quando ocorreu o sepultamento do ator Domingos Montagner, como vai manter o personagem Santona novela. O diretor Luiz Fernando Carvalho irá recorrer a um recurso já explorado, por exemplo, em longas como “Cloverfield – Monstro” e “Distrito 9”, que utilizaram câmera subjetiva em suas filmagens. Isso será algo inédito na TV brasileira e considerado bastante ousado esteticamente.
A imagem gerada por essa configuração de câmera proporciona um ponto de vista pessoal, e dessa maneira o público sente como se participasse do que ocorre na tela. Em outra situação pode-se colocar o espectador no lugar de alguém que observa os acontecimentos e ou fazer com que alguém na cena olhe diretamente para a câmera, criando uma relação olho no olho entre ator e público.
Em resumo: os personagens vão interagir com uma câmera, como se estivessem falando com Santo. O olhar do agricultor será sob o ponto de vista deste equipamento. Esta foi a solução encontrada para Santo continuar vivo em “Velho Chico”. Ao contrário do que aconteceu em outras vezes quando um ator faleceu durante uma novela, o personagem não vai morrer nem viajar ou ser substituído.
Por meio de comunicado divulgado neste sábado, a emissora informou que “a direção de Velho Chico montou uma estratégia para continuar contando a história como estava planejado, sem criar uma trama diferente da prevista para o personagem. Santo dos Anjos estará presente em todas as suas cenas e o seu olhar será visto por todos os que assistem à novela”.
É aí que entra a câmera subjetiva, mas, para que isto seja possível, o autor Bruno Barbosa Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa, ainda vai reescrever algumas cenas, sem tirar Santo da trama. Antes de definir essa linha de trabalho, Luperi teve o cuidado de conversar com Luciana Lima, viúva de Montagner, porque a direção da Globo não queria fazer nada sem consultá-la, também em respeito ao luto da família. Luciana concordou de imediato com a proposta da emissora.
Como faltavam poucas cenas para o ator gravar, entendeu-se que essa era a melhor forma de todos agradecerem a ele pelo grande ator e ser humano que foi, e também homenageá-lo. As gravações de “Velho Chico” foram retomadas ontem e o elenco está recebendo consultas com uma psicóloga contratada pela TV Globo.
Fonte: Flávio Ricco / Uol Entretenimento / TV & Famosos.

domingo, 18 de setembro de 2016

SuperMax: Sabrina e Dr. Timóteo, inimigos à primeira vista



Em terra de Supermax, quem tem – ou acha que tem - informações do adversário, pensa que é rei. Apesar de não se conhecerem, alguns dos 12 participantes do reality show já começam o jogo supondo ter informações privilegiadas dos colegas de confinamento. Foi o caso de Sérgio (Erom Cordeiro) e Artur (Rui Ricardo Diaz) e é também assim com Sabrina (Cléo Pires) e Dr. Timóteo (Mário César Camargo). Um caso de cisma à primeira vista. 

Médico aposentado e o mais velho do grupo, ele se surpreende quando, já no primeiro dia, dá de cara com a psicóloga guerrilheira barrando a entrada da dispensa. “Não sei se você merece comer”, dispara Sabrina, que se garante no apoio do vencedor da primeira prova do jogo. É que, segundo as regras do reality show, quem ganha as provas decide o que o grupo come, quando come e até quem come.

“Não tá muito cedo para fazer inimigos aqui, menina?”, retruca Timóteo. “Eu gosto de fazer inimigos”, rebate a moça. O grupo se assusta com a atitude incisiva. Um ou outro até esboça alguma reação de indignação ou apoio, mas ninguém se mete na confusão. 

“É uma coisa meio instintiva essa antipatia e o Timóteo fica revoltado, porque isso o deixa numa situação de desvantagem no jogo. Mas, mais tarde, a própria história vai dar uma resposta a ela”, despista o ator Mário César Camargo. 

Afinal, o que Sabrina tem contra Timóteo? Qual é o segredo que ele esconde? Será que ela sabe mesmo que crime ele cometeu?


Supermax é uma criação de José Alvarenga Jr., Marçal Aquino e Fernando Bonassi e tem direção geral de José Alvarenga Jr. A atração tem estreia prevista para 20 de setembro e vai ao ar às terças-feiras depois de Justiça.

Benedito Ruy Barbosa e atores globais falam sobre morte de Domingos Montagner

Benedito Ruy Barbosa e atores globais falam sobre morte de Domingos Montagner

Benedito Ruy Barbosa, que assina a autoria de "Velho Chico", é um dos mais abalados. O autor, no alto de seus 50 anos de carreira, já enfrentou diversos problemas ao longo de suas tramas - mas nada que se comparasse a perder um protagonista, ainda mais nas circunstâncias em que a morte do ator ocorreu - afogado no rio São Francisco, tema de sua história.
 
"Eu estou sentindo uma tristeza profunda como há muito tempo não sentia. Nós perdemos, além de uma belíssima pessoa, um belíssimo homem com um coração de ouro e também um ator que só dava alegria pra gente. O trabalho que ele vinha desenvolvendo em Velho Chico foi muito bom. Ele sempre foi um grande talento. Eu lamento profundamente, não tenho palavras para dizer o que estou sentindo com essa tragédia toda que acompanhei desde o desaparecimento dele. Fiquei rezando para que acontecesse um milagre. Nós perdemos um dos melhores atores que tínhamos e uma pessoa que deixará muita saudade para todos", desabafou o roteirista.
 
Benedito Ruy Barbosa é o autor de "Velho Chico"
 
O diretor artístico de "Velho Chico", Luiz Fernando Carvalho, também comentou a morte de Domingos:  "Estamos todos muito tristes. Muito! E com a sensação de que somos todos um só! Uma desolação só! Estamos todos aqui, juntos! Mais que juntos: unidos pela presença luminosa de um grande amigo e artista".
 
Selma Egrei, que interpreta a Encarnação na história de Benedito Ruy Barbosa, prestou homenagem à memória do ator. Eles, inclusive, haviam trabalhado juntos em "Sete Vidas" no ano passado e se reencontraram neste ano.
 
"Quero agradecer por ter tido a oportunidade de encontrar o Domingos, que é, além de um ator maravilhoso, um colega fantástico, um ser esplendoroso, iluminado. Muito bom ter podido trabalhar com ele em 'Sete Vidas' e agora em 'Velho Chico'. Quero me despedir agradecendo por tantas vezes ter me deparado com aquele sorriso e afeto que ele tinha", disse.
 
Marcelo Serrado, o Carlos Eduardo da história de Benedito Ruy Barbosa, deixou sua mensagem: "Perdi hoje um grande amigo, um grande parceiro. Descansa em paz meu amigo que no mundo da criatura você cumpriu seu papel brilhantemente. Saudades eternas!!!!!". 
 
Zezita Matos, a Piedade, classificou Domingos Montagner como "um filho": "Foi, de fato, um filho. Ele era uma pessoa muito carinhosa, com quem aprendi a gostar como amigo, nas discussões.  Ele era uma pessoa muito humana e muito lúcida. O Domingos era um ator que entendia o papel. Ele era generoso. Ele tem o que todos os atores devem ter: a generosidade. Foi um grande momento da minha vida conviver com ele".
 
Domingos Montagner e Débora Bloch em "Sete Vidas"
 
Por fim, um dos depoimentos mais densos foi o de Débora Bloch, atualmente no ar em "Justiça". Ela foi o penúltimo par romântico do ator nas novelas. Em "Sete Vidas", de Lícia Manzo, finalizada em 2015, Débora viveu a Lígia, par romântico de Miguel, interpretado por Montagner. Os dois também haviam trabalhado juntos em "Cordel Encantado" (2011).
 
"Eu estou muito triste. Fizemos vários trabalhos juntos e ficamos muito amigos. Eu o amava como alguém da minha família. Ele era uma pessoa muito especial, doce, generoso, amigo. Alguém que você queria estar perto, alegre, divertido, cheio de humor. Era um homem do palco, do circo, um artista completo, talentoso e cheio de recursos. Tive com ele uma parceria muito especial e rara em cena. Eu adorava  contracenar com ele. Ele tinha inteligência cênica,  paixão pelo trabalho e era um ator que jogava junto, muito parceiro e generoso.Está muito difícil pensar que perdemos o Domingos, não consigo me conformar. Uma perda enorme, triste, de um grande ator, um companheiro maravilhoso, e um amigo muito especial e querido", disse.
 

Casamento de Santo e Tereza, mesmo sem ter sido gravado, será mantido em “Velho Chico”!

tereza_santo_velho_chico
O personagem Santo vivido por Domingos Montganer em “Velho Chico” não vai morrer na trama. Diferentemente do que aconteceu em outras vezes que um ator faleceu durante uma novela, agora o protagonista da trama da novela das 21h não vai morrer, não vai viajar e nem será substituído.
O cronograma com as cenas em que Domingos estava presente, inclusive a de seu casamento com Tereza (Camila Pitanga), será mantido. A direção da novela ainda não sabe como vai resolver a questão, mas o diretor Luiz Fernando Carvalho, o autor da trama Benedito Ruy Barbosa e a cúpula da Globo, decidiram que a história do personagem será contada até o final.
A decisão levou em conta que, além de só faltarem apenas três cenas com Santo, o desfecho sem a morte de protagonista seria uma homenagem para Domingos Montagner. Rumores indicam que os atores Julia Dalavia e Renato Góes, que interpretaram Tereza e Santo na segunda fase, retornarão as gravações em breve para filmar o casamento dos protagonistas.
tereza-santo-jovens
Fonte: TV & Famosos / Uol Entretenimento.

Como nova política da dramaturgia na Globo, “A Lei do Amor” terá apenas seis meses de exibição!


a-lei-do-amo-casal
Cláudia Abreu e Reynaldo Gianecchini vivem os protagonistas Helô e Pedro, na segunda fase.
A Globo segue empenhada em promover modificações em suas novelas. “A Lei do Amor”, a próxima das nove, por exemplo, ficará no ar por apenas seis meses, de acordo com o jornal Extra.
A estratégia da emissora é evitar as famosas barrigas, comuns quando uma obra fica muitos meses no ar. O expediente já é adotado com frequência com as produções das 18h e 19h.
Ainda de acordo com a publicação, com esta duração, “A Lei do Amor” terá 15 capítulos a menos que “Velho Chico”. Cabe lembrar que, em caso de um estrondoso sucesso, há a possibilidade de a direção do canal optar por um prolongamento.
“A Lei do Amor” terá Chay Suede, Isabelle Drummond, Reynaldo Gianecchini e Cláudia Abreu como protagonistas. Vera Holtz é a grande vilã da trama.
Fonte: Observatório da Televisão.

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Benedito Ruy Barbosa, autor de “Velho Chico”, se pronuncia sobre o falecimento de Domingos Montagner!

benedito_ruy_barbosa
Benedito Ruy Barbosa, autor da novela “Velho Chico”, se manifestou sobre a morte de Domingos Montagner. O ator era protagonista da trama das 21h da Globo, vivendo Santo dos Anjos.
“Eu estou sentindo uma tristeza profunda como há muito tempo não sentia. Nós perdemos, além de uma belíssima pessoa, um belíssimo homem com um coração de ouro e também um ator que só dava alegria pra gente. O trabalho que ele vinha desenvolvendo em ‘Velho Chico’ foi muito bom. Ele sempre foi um grande talento. Eu lamento profundamente, não tenho palavras para dizer o que estou sentindo com essa tragédia toda que acompanhei desde o desaparecimento dele. Fiquei rezando para que acontecesse um milagre. Nós perdemos um dos melhores atores que tínhamos e uma pessoa que deixará muita saudade para todos”, disse Benedito, muito abalado.
Fonte: Observatório da Televisão.

Ao ver Domingos Montagner se afogar, Camila Pitanga gritou por socorro, mas pessoas acreditaram que era gravação da novela!

Camila Pitanga vive Terza em "Velho Chico", papel que poderia ter sido de Letícia Sabatella!
A atriz Camila Pitanga estava na companhia do ator Domingos Montagner no momento em que ambos decidiram mergulhar no Rio São Francisco, logo após o almoço, por volta das 14h desta quinta-feira, 15, na cidade de Canindé, em Sergipe. E foi ela quem pediu por socorro quando percebeu que ele não voltou à superfície. O corpo de Montagner, que tinha 54 anos, foi encontrado no final da tarde, sem vida.
Camila Pitanga gritou para avisar o sumiço, mas todos acharam que era uma cena da gravação. Ela estava desesperada, em cima de uma pedra, dizendo que a água o levou. No começo, não dava para entender o que ela dizia, mas depois a gente percebeu que algo ruim tinha acontecido”, disse à reportagem Josivânia Maria de Araújo Domingos, proprietária do restaurante Caçoá, situado na praia em que os atores mergulharam.
Ela ficou muito tempo gritando e entrava no rio a todo momento para tentar encontrá-lo. Até que os bombeiros e uns barcos chegaram, conseguiram acalmá-la e ela saiu da água. Deu para ver o desespero. Ela não conseguia parar de chorar”, comentou a proprietária do restaurante.
Fonte: Isto É.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

No ar em "Sol Nascente", Claudia Ohana diz ter vontade de fazer "Vamp 2"

  • Claudia Ohana posa para fotos na festa de lançamento da novela "Sol Nascente"
  •         Claudia Ohana posa para fotos na festa de lançamento da novela "Sol Nascente"
Em cartaz com o musical "Forever Young" e no ar como a Loretta da novela "Sol Nascente", Claudia Ohana diz estar vivendo um ótimo momento profissional. Aos 53 anos, ela acredita que não é mais vista como "uma garotona", o que explica a abundância de papéis em sua carreira.  Em 2016, ela ainda comemora os 25 anos de sua personagem mais icônica: a cantora Natasha da novela "Vamp".
"Acho incrível o quão 'Vamp' está em voga por causa dos 25 anos e o quanto Natasha ainda é amada. É um personagem maravilhoso, fiz o 'Criança Esperança' vestida de Natasha e vi como é lindo o carinho dos fãs", diz Claudia em entrevista ao UOL.
Ela diz que seria interessante ver Natasha 20 anos depois e já tem até uma ideia de roteiro. "Ela iria querer voltar a ser vampira para não envelhecer". Claudia lembra da época de "Vamp" como um período de muito trabalho. "É muito raro ter uma novela, que é um musical e te permite cantar, dançar e ter um grande personagem. É muito raro ter tudo muito bom, dá uma vontade de fazer Vamp 2", conta.
Se depender da voz, Claudia já está preparada. Ela é um dos destaques de "Forever Young", musical cuja trilha sonora é composta por hits do rock. Entre as músicas que Claudia canta está "Smells Like Teen Spirit", do Nirvana.
Divulgação/TV Globo/Montagem/UOL
Exibida em 1991, "Vamp" foi um sucesso. Claudia Ohana vivia a vampira popstar Natasha
"O rock virou um pouco a minha praia. Me sinto confortável desde que eu fiz 'Vamp'. Mas acho que essa coisa de me ver cantando rock remete mais ao público do que a mim. Quando eu canto rock remete a mim mesma, não a Natasha", lembra.

"Não estou velha, nem sou garota"

Em "Forever Young", musical que aborda o envelhecimento do ponto de vista de cinco artistas, Claudia vive uma diva centenária. "É uma velhinha fofa, mas ela não me representa. Não acho que serei uma velhinha como ela, mas a mensagem da peça é muito bonita, você pode se divertir em qualquer idade", diz Claudia.
Divulgação
Com hits do rock, musical "Forever Young" aborda o envelhecimento
No musical, a atriz contracena com os atores Jarbas Homem de Mello, Carmo Dalla Vecchia, Marcos Tumura, Paula Capovilla e Miguel Briamonte. Todos interpretam a eles mesmos, só que mais velhos, em um asilo para artistas. Sob os cuidados de uma enfermeira tirana, vivida por Fafy Siqueira, eles se rebelam para cantar rock and roll.
Confortável com sua idade atual, Claudia, que é avó de dois netos, admite que passou por um momento de adaptação em relação à idade e à profissão. "Tive um momento difícil de transição. De menina para mulher, as pessoas me viam como garotona. Então eu competia com as garotas, que eu não podia, e não podia fazer a mulher", diz.
Em "Sol Nascente", sua personagem é um exemplo de rompimento de padrões. Ex-mulher de Vittorio (Marcelo Novaes) e mãe de Mario (Bruno Gagliasso), Milena (Giovanna Lancellotti) e Peppino (João Côrtes), Loretta deixou o casamento e os filhos e se mudou de país. A trama completa da personagem permanece um mistério, mas Caudia adianta que a personagem "tem tudo a ver" com ela.
"Minha idade é uma idade muito boa porque nem só de jovens vive a dramaturgia, vive de mulheres e homens maduros. Não estou velha, nem sou garota. Minha idade está proporcionando um monte de trabalhos. Eu não paro", conclui.

FONTE UOL

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Supremo Tribunal Federal derruba restrição de horário da classificação indicativa!

classificacao-indicativa
Num julgamento que acaba de ocorrer nesta quarta-feira (31), o Supremo Tribunal Federal derrubou a vinculação horária à classificação indicativa nas emissoras de televisão.
O julgamento começou por volta das 17h, com o voto do ministro Teori Zavaski, que pediu vista na sessão anterior, acontecida em junho. Teori votou com o ministro Dias Tóffili, relator do projeto, e disse que a lei era inconstitucional, já que é “classificação indicativa, não impositiva”. Com isso, o placar ficou em 5 a 1.
O voto de minerva foi do ministro Celso de Mello, que após um longo discurso, afirmou que “a TV não pode se responsabilizar pela irresponsabilidade de progenitores com seus filhos”. O placar ficou 6 a 1. Como são 11 ministros, a maioria miníma para a derrubada foi atingida.
O STF, no decorrer da decisão, concordou em dizer que o debate é amplo, mas que a televisão não pode sofrer a censura que sofre no atual momento. O presidente Ricardo Lewandowski disse que, para aprofundar o assunto, um amplo debate precisa ser feito, mas concordou com o relator. O resultado ficou em 7 a 1.
Como três ministros se abstiveram, o julgamento terminou e a vinculação horária à classificação indicativa tornou-se inconstitucional, como queria as emissoras de televisão. Agora, para a medida valer seriamente, é preciso publicar o acordão no Diário Oficial da União, o que deve acontecer nos próximos dias.
A ação não cabe recurso e é definitiva, já que o STF é o maior órgão da Justiça Brasileira. A Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV), principal interessada no caso, ainda não se pronunciou sobre o assunto, nem qualquer canal aberto de TV.
O que muda?A partir de agora, a Classificação Indicativa vira apenas indicativa. Ou seja, o programa ou novela é obrigado a ter uma, mas não precisa ser exibido necessariamente na faixa recomendada pelo Ministério da Justiça.
Um exemplo: a faixa “não recomendada para menores de 12 anos” só podia ser exibida a partir das 20h impreterivelmente – nem um minuto a mais ou a menos. Agora, esta novela ou programa pode ser mostrado em qualquer horário, sem que a emissora seja multada ou tenha problemas jurídicos – só se ultrapassar os limites, o que será julgado por órgãos como o Ministério Público.
O que vai acontecer é o bom senso das emissoras. Lógico que isso dá mais liberdade, por exemplo, para edição de novelas e séries no horário da tarde. O que se espera, e o Supremo Tribunal Federal deixou claro, é que não aconteçam abusos, como ocorreram nos anos 90, com “Banheira do Gugu” às 16h, só para citar um caso.
Fonte: Na Telinha.

Eduardo Moscovis dará vida a um gato em “O Sétimo Guardião”, próxima novela das 9 da Globo

A próxima novela das 9 da Globo, “O Sétimo Guardião”, apostará no realismo fantástico. Para dar vida a um gato, que em determinados momen...