terça-feira, 14 de agosto de 2018

“O Tempo Não Para”: Samuca flagra Emílio roubando um beijo de Marocas

Samuca (Nicolas Prattes) e Marocas (Juliana Paiva) vão ganhar um novo rival, na novela “O Tempo Não Para”: Emílio (João Baldasserini). O advogado vai se unir a Betina (Cleo), ex-noiva do empresário, para separar o casal de mocinhos. Ao roubar um beijo da ex-congelada, o vilão não terá muita sorte e será ameaçado pelo filho de Carmen (Christiane Torloni), que vai flagrar a cena. “Eu vou acabar com a raça dele”, promete o rapaz.
Quando visita a jovem do século XIX na pensão de Coronela (Solange Couto), Emílio rouba um beijo dela na hora da despedida. “O que é isso?! Seu canalha!”, esbraveja Marocas. “Seu… atrevido! Como ousa?!”, acrescenta ela. O aliado de Betina tenta contornar a situação, dizendo que tem atração por Marocas e não tinha intenção de beijá-la. “Marocas…Foi um mal-entendido!”, mente Emílio, que minimiza ao saber que Samuca viu toda a situação. “Esse sujeito me beijou à força!”, dispara a filha de Sabino (Edson Celulari).
O vilão acaba atropelado ao tentar fugir do mocinho quando este cobra uma explicação por seu comportamento, mas dá sorte e acaba sem se machucar. “Marocas… o Emílio te beijou”, diz o filho de Carmen para a mocinha. Ao responder, a ex-congelada mostra toda sua revolta. “Sim… me roubou um beijo…Os homens não têm mais compostura, Samuca, beijam a seu bel-prazer todas as mulheres que vêem, sem consentimento! Se meu pai souber disso, é melhor que o dr. Emílio reze para que o atropelamento tenha sido fatal”, dispara.
Fonte: Purepeople

Walcyr Carrasco comemora 2ª temporada de Verdades Secretas: “É um sonho”


Angel (Camila Queiroz) e Alex (Rodrigo Lombardi) em Verdades Secretas (Foto: Globo/Tata Barreto)
Angel (Camila Queiroz) e Alex (Rodrigo Lombardi) em Verdades Secretas
(Foto: Globo/Tata Barreto)
Autor de sucesso da Globo, Walcyr Carrasco comemorou nesta terça-feira (14) a decisão da emissora de lhe dar a oportunidade de escrever a 2ª temporada de Verdades Secretas.
“Escrever ‘Verdades Secretas 2’ é um sonho. Que agora tem chances de concretizar. Estou feliz!”, escreveu o novelista na legenda de uma publicação em seu perfil oficial no Instagram (veja abaixo). Em quase quarenta minutos, o post de Carrasco teve quase 27 mil curtidas.
Nos comentários, o seguidores do autor comemoraram a notícia. “E eu já tô ansiosa pra assistir novamente”, comentou uma internauta. “Muito feliz com a volta. Nem tô acreditando”, escreveu outra.
Walcyr Carrasco, autor de ‘Verdades Secretas’ (Foto: Globo/ Luiz C. Ribeiro)
O autor Walcyr Carrasco no Emmy de 2016, em que Verdades Secretas foi vencedora
(Foto: Globo/ Luiz C. Ribeiro)

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Segundo dia de O Tempo Não Para mantém boa audiência

O Tempo Não Para (Foto: Divulgação)
O Tempo Não Para (Foto: Divulgação)
O segundo capítulo de O Tempo Não Para, nova novela da faixa das 19h da Rede Globo, não decepcionou e continuou surpreendendo na audiência.
Após a estreia com um sucesso estrondoso e diversos comentários na web, o público mostrou que comprou a história de Mario Teixeira.
Prova disso é que o capítulo exibido nesta quarta-feira, 01 de agosto, registrou, segundo dados preliminares, 30.6 pontos de média, com pico de 34 e 42.3% de participação. Além disso, os capítulos exibidos nas quartas são mais curtos e o Jornal Nacional começa mais cedo por causa do futebol, podendo comprometer o desempenho da trama. No entanto, O Tempo Não Para não se abalou e marcou bons índices.

terça-feira, 31 de julho de 2018

O Tempo Não Para supera antecessoras, impressiona com desempenho e tem o melhor índice desde 2012

Dom Sabino e Marocas têm conversa franca em O Tempo Não Para (Foto: TV Globo)
Dom Sabino e Marocas têm conversa franca em O Tempo Não Para (Foto: TV Globo)
A Globo estreou nesta terça-feira, 31 de julho, o primeiro capítulo de O Tempo Não Para. Na estreia, foi possível ver a saga da família Sabino Machado, uma das mais poderosas de São Paulo.
Chefe da família, o rico e poderoso Dom Sabino (Edson Celulari) decide deixar o Brasil e passar uma temporada na Europa, junto com todo seu clã, depois que um escândalo põe em risco a honra de sua filha, Marocas (Juliana Paiva).
Na viagem de volta, o navio em que toda a família estava faz um desvio na rota para que a tripulação conheça a Patagônia, no sul da América do Sul. Nesse desvio, o transatlântico se choca com uma geleira, o que causa um terrível naufrágio!
Com um elenco composto por quase 50 atores, apostando em Nicolas Prattes e Juliana Paiva como os mocinhos Samuca e Marocas, a novela já conquistou um grande público, pelo menos inicialmente. É que, de acordo com os dados preliminares, o folhetim estreou com 31 pontos de média com 34 de pico e 42.4% de participação. É o melhor índice para um primeiro capítulo na faixa desde a novela Cheias de Charme, que foi ao ar em 2012.
Núcleo dos congelados de O Tempo Não Para, nova novela das sete da Globo (Foto: Globo/João Miguel Júnior)
Núcleo dos congelados de O Tempo Não Para, nova novela das sete da Globo
(Foto: Globo/João Miguel Júnior)
Para se ter ideia, na mesma ocasião, a antecessora do horário, Deus Salve o Rei, marcou nos dados preliminares média de 28.9 pontos de média e 30.8 de pico. Pega Pega teve 28 pontos de média na estreia, Rock Story marcou 26, Haja Coração 27 e Totalmente Demais registrou 25 pontos de média na estreia. Já Cheias de Charmes detém o melhor desempenho dos últimos anos com 35 de média no primeiro capítulo.
As primeiras cenas exibidas na estreia já foram o suficiente para causar nas redes sociais. Assim como o grande final de Catarina (Bruna Marquezine) no folhetim medieval, O Tempo Não Para virou assunto na web e muitos telespectadores gostaram do que foi exibido.
AUTOR REVELA DE ONDE SURGIU A IDEIA DE PARA ESCREVER A NOVELA O TEMPO NÃO PARA
Autor de O Tempo Não Para, nova novela das sete da Globo, Mário Teixeira falou sobre a história, revelou como surgiu a ideia de escrever a trama e contou como os congelados vão reagir ao despertar nos dias atuais.
Em seus últimos trabalhos, Teixeira assinou a autoria das novelas das onze Liberdade, Liberdade (2016) e das sete I Love Paraisópolis (2015), esta ao lado de Alcides Nogueira. Foi coatuor das novelas Os Ossos do Barão (1996), O Cravo e a Rosa (2000) e Ciranda de Pedra (2008), além de ter colaborado com Silvio de Abreu em Passione (2010). Na Globo, escreveu também O Anjo de Hamburgo, produção ainda em desenvolvimento.
Confira a seguir entrevista com o autor Mário Teixeira.
Como você define a novela?É uma comédia romântica. Conta uma história de amor inusitada entre duas pessoas de séculos diferentes, cheia de reviravoltas e peripécias. Uma delas veio do final do século XIX; e o outro, dos dias atuais. Isso vai causar inúmeras confusões. No fundo eles são muito parecidos, cada um deles em sua época. Marocas era uma inconformista, era a favor da abolição, era republicana. Hoje em dia, Samuca é dono de uma grande empresa que tem preocupação ambiental. Eles sonham em mudar o mundo, cada qual a seu modo. Por isso vão se completar. É uma novela realista e com humor, que se passa na Freguesia do Ó, em São Paulo. É uma crônica de comportamento.
Como surgiu a ideia de escrever essa história?Acredito que as referências vão surgindo ao longo da vida. Tem um livro que eu gosto muito chamado “O Dorminhoco”, do H. G. Wells, que depois virou o filme do Woody Allen. Mas eu não pensei necessariamente nesse livro que eu leio desde os 14 anos, seguidamente, para criar a novela. Está no meu inconsciente e aflorou no momento certo.
Como os “congelados” vão reagir diante da sociedade contemporânea?A  premissa principal é o deslocamento desses personagens no tempo e a necessidade de eles se adaptarem ao século XXI. Eles vieram de um mundo onde não existia penicilina, por exemplo; onde não existia televisão; onde a fotografia estava no início. Eles vão enfrentar um mundo novo onde tudo é diferente. O principal choque, no entanto, não vai ser o das questões tecnológicas. Eles vão ter que reaprender a sentir como uma pessoa moderna, contemporânea. A questão da ética e o inconformismo dos personagens congelados em relação às injustiças de hoje em dia, terão destaque na novela. Eles vão se surpreender bastante com as novas estruturas sociais e a liberdade que, aos poucos, estamos alcançando para cada um ser quem é em pleno século XXI. Mas eles vão aprender a lidar com isso. Damásia, Cesária, Cairu, Menelau e Cecilio vão perceber que são livres e descobrir seus novos lugares. As crianças Nico e Kiki vão para a escola, apesar da resistência inicial de Dom Sabino, já que, embora houvesse exceções, era improvável que meninas de sua classe social fossem para o colégio em 1886. As que estudavam geralmente tinham preceptoras. Marocas vai querer trabalhar e tirar sustento para ajudar a família. Ou seja, eles também vão descobrir pontos positivos dos dias atuais e se adequar a essa realidade.
O século XIX fica apenas no primeiro capítulo, mas os personagens carregam essa época no comportamento, no visual e na forma de se expressar, com um vocabulário de época. Fale um pouco sobre isso?Sim, boa parte do vocabulário dos “congelados” é de época e eles têm uma gramática que é muito particular. A fala deles é anacrônica, mas está sempre inserida numa situação que é compreensível. Ao mesmo tempo em que eles abraçam as comodidades do progresso, eles conservam valores que são muito sólidos e que vão acabar contaminando outros personagens também, que vão querer ser melhores perto deles. Tudo isso feito com humor. Gosto muito de comédia e acho que rir é a solução para muita coisa.
O que o público pode esperar da história?É uma história divertida e inusitada, cheia de reviravoltas que tem tudo a ver com os dias atuais. Parte de uma premissa fantástica, que é o congelamento de pessoas por mais de 100 anos, mas é uma trama realista, que vai contar o dia a dia dessas pessoas na cidade grande. A visão dos nossos “congelados” é muitas vezes o que as pessoas pensam hoje em dia. Esse olhar vai lançar luz sobre uma série de coisas, inclusive sobre o óbvio, as coisas que, por conta da correria dos nossos dias, passam despercebidas e que são tão importantes.  

Final de “Deus Salve o Rei” tem recorde de audiência em SP e no RJ; confira o comparativo

Nesta segunda-feira (30), “Deus Salve o Rei” chegou ao fim com 36 pontos no Rio de Janeiro e 34 em São Paulo, recorde da novela nas duas praças. Sua antecessora, “Pega Pega” terminou com 36 (SP) e 37 (RJ). Antes dela, o último capítulo de “Rock Story” marcou 35 (SP) e 34 (RJ).
SÃO PAULO
Deus Salve o Rei – 34 (segunda-feira)
Pega Pega – 36 (segunda-feira)
Rock Story – 35 (segunda-feira)
Haja Coração – 31 (terça-feira)
Totalmente Demais – 37 (segunda-feira)
I Love Paraisópolis – 27
Alto Astral – 28
Geração Brasil – 22
Além do Horizonte – 26
Sangue Bom – 28
Guerra dos Sexos – 28
Cheias de Charme – 33
Aquele Beijo – 29
Morde & Assopra – 36
Ti Ti Ti – 37
Tempos Modernos – 35
RIO DE JANEIRO
Deus Salve o Rei – 36 (segunda-feira)
Pega Pega – 37 (segunda-feira)
Rock Story – 34 (segunda-feira)
Haja Coração – 33 (terça-feira)
Totalmente Demais – 43 (segunda-feira)
I Love Paraisópolis – 28
Alto Astral – 29
Geração Brasil – 26
Além do Horizonte – 24
Sangue Bom – 30
Guerra dos Sexos – 30
Cheias de Charme – 36
Aquele Beijo – 30
Morde & Assopra – 36
Ti Ti Ti – 35
Tempos Modernos – 36
Fonte: IBOPE / Kogut / Acervo MIX

sexta-feira, 20 de julho de 2018

“Segundo Sol”: Luzia se emociona ao ser chamada de mãe por Ícaro

Ícaro (Chay Suede) finalmente vai chamar Luzia (Giovanna Antonelli) de mãe e emocionar a ex-marisqueira, nos próximos capítulo de “Segundo Sol”. “Parece um sonho”, comemora a DJ. “Acho que tava entalado na minha garganta, no meu peito”, responde o ex-garoto de programa ao abraçar a mãe. Ícaro e Luzia vão iniciar a reaproximação por conta do desaparecimento de Manuela (Luisa Arraes), filha dela. Em seguida, o rapaz soca Remy (Vladimir Brichta) quando o vilão tenta abusar da artista. A sequência está prevista para ir ao ar dia 9 de agosto.
Quando o folhetim de João Emanuel Carneiro chegar a essa altura, o ex-namorado de Rosa (Letícia Colin) já estará se dedicando à carreira de músico com o auxílio de Beto Falcão (Emilio Dantas) e causando preocupação na mãe por causa da alimentação. “Tá precisando comer. Lá naquele estúdio de Miguel não deve ter comida nenhuma, aposto”, diz Luzia. “Geladeira de casa de homem não tem mesmo comida. Ovo cozido de gema mole. Você lembra…”, responde o meio-irmão de Valentim (Danilo Mesquita). “E como poderia esquecer? Ovo cozido de gema mole, uva só descascada e sem caroço e o leite não pode ter nem um restinho de nata ou então seu Ícaro sai gritando e dizendo que vai vomitar”, recorda a irmã de Cacau (Fabiula Nascimento). “Eu não era fácil”, assente ele. “Não era? Continua não sendo”.
O ex-michê pergunta se a mãe está cansada dele. “Tô brincando, meu amor”, diz a rival de Laureta (Adriana Esteves). Cada vez mais próximo da DJ, Ícaro afirma sentir a falta da ex-namorada e ouve de Luzia que é melhor ele esquecer Rosa, uma vez que a garota está namorando e ainda por cima se tornou aliada da cafetina – a irmã de Maura (Nanda Costa) ganha uma fortuna quando descobre que a vilã e Karola (Deborah Secco) roubaram Valentim, mas vai esconder isso do namorado em troca de dinheiro. “Você não esqueceu Miguel…”, rebate ele. “Deve estar no sangue esse romantismo incorrigível”, retruca a ex-marisqueira. “É, mãe, deve tar no nosso sangue”, concorda o irmão de Manu.
Ao ouvir a palavra mãe, Luzia fica sem reação por um tempo até partir para o abraço. “Você me chamou de mãe? Você ouviu? Esperei tanto por isso, meu filho. Você não pode imaginar o que tô sentindo, o tamanho da felicidade que você me deu agora. Esse momento tá fazendo tudo valer a pena, meu amor. Ouvir de novo, depois de tantos anos, você me chamar de mãe, sentir você próximo de mim”, se derrete. “Tô acreditando em você, de coração, gostando de você. Me deixando gostar de você, mãe”, responde o irmão de Valentim. Em lágrimas, Luzia volta a se declarar: “Eu te amo, meu filho, te amo muito”.
O momento é contado pela mocinha a Beto. “Ícaro me chamou de mãe! Assim! Mãe! Sem nem eu pedir”, festeja. “É o que ela é, né, Miguel? Minha mãe”, diz o rapaz. “Pra sua sorte, man! Você tem uma mãe incrível, e vai a cada dia descobrir mais isso. Eu sempre quis ver essa cena, vocês assim, como mãe e filho, como deve ser, como vocês dois merecem! A gente é uma família, Ícaro”, vibra Beto, pegando mãe e filho no abraço.
Fonte: Purepeople

Record TV pretende reduzir o uso de computação gráfica em sua nova novela, “Jesus”

Diferente de sua antecessora, “Apocalipse”, “Jesus” – a próxima superprodução da Record TV – vai apresentar uma trama mais realista e humanizada.
De acordo com informações do jornal O Globo, o objetivo é evitar o abuso de recursos grandiosos de computação gráfica. Haverá alguns efeitos especiais sempre que necessários, mas não de forma exagerada, como ocorreu na trama anterior.
“Jesus” estreia no dia 24 de julho e irá ao ar de segunda a sexta, às 20h45. A trama é escrita por Paula Richard e tem direção geral de Edgard Miranda.
Fonte: O Planeta Tv

“O Tempo Não Para”: Samuca flagra Emílio roubando um beijo de Marocas

Samuca (Nicolas Prattes) e Marocas (Juliana Paiva) vão ganhar um novo rival, na novela “O Tempo Não Para”: Emílio (João Baldasserini). O ...