terça-feira, 12 de abril de 2016

Cena de tortura na estreia de “Liberdade, Liberdade” repercute nas redes sociais!

mateus_solano_liberdade
Mateus Solano impactou em cena de tortura.
A estreia de “Liberdade, Liberdade” foi marcada pela qualidade no texto, na direção e na reconstituição histórica do período da Inconfidência Mineira, mas uma cena em questão chamou atenção do público: a cena de tortura sofrida pelo personagem Rubião (Mateus Solano).
Na cena, o ator ficou nu e acabou entregando Tiradentes (Thiago Lacerda) após quase perder o pênis durante a tortura. Para Mateus, o nu não é problema. “Fiz da melhor forma possível. Se for para contar uma linda história, eu mostro até o meu útero“, diz ele, em entrevista ao jornal Extra.
Solano minimiza as cenas de nu: “Com o mundo e o Brasil do jeito que estão, quem vai dar atenção para a minha bundinha? Que bobagem! Em ‘Gabriela’ (2012), Mundinho Falcão já tinha mostrado meia bunda minha! Se eu me deparar com memes da cena, vou rir. Se for maldosa, vou só lamentar. Vou te dizer que o cavalo foi mais perigoso do que ficar pelado…“, relembra.
Além da repercussão da cena pela nudez do ator, tal cena repercutiu também pela veracidade que passou, reforçando novamente a enorme qualidade da TV Globo em produzir tramas de época, provocando um dejavu nos telespectadores com as minisséries históricas produzidas até meados da década passada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário