Pular para o conteúdo principal

Nathalia Dill, Sergio Guizé, Thiago Lacerda e Claudia Raia fazem balanço de ‘Alto astral’

Laura e Caíque se casam e a repórter dà à luz Bella Foto: Paulo Belote/Rede Globo/Divulgação
Bruno Dias Barbosa
Tamanho do texto A A A
A equipe de “Alto astral” chega ao fim do trabalho com a sensação de que cumpriu o que prometeu lá no início da novela. Nos seis meses em que ficou no ar, a trama do estreante Daniel Ortiz, que termina amanhã, conquistou a audiência das sete, tornando-se um sucesso de audiência.
— Foi bem satisfatório. Não imaginei que seria assim, porque, em função da época em que começamos (a estreia da novela foi em novembro), o ibope costuma ser mais baixo por causa do fim de ano e do carnaval. Fiquei contente com a resposta do público — diz o novelista.
A protagonista Nathalia Dill conta que se surpreendeu com a torcida para o casal Laura e Caíque (Sergio Guizé):
— Isso é tão raro. As pessoas acabam tendo birra com os mocinhos, que, de certa forma, são mais caretinhas. O interesse fica mais pelos vilões, que são sedutores. Fazia tempo que o público não se interessava pelo par romântico. Para mim, é uma vitória o romance deles.
E esse amor deu tão certo que ganhou a vida real: se estavam solteiros quando começaram a gravar, os atores saem da trama comprometidos. Feliz com o resultado de seu trabalho em “Alto astral” e com a nova namorada, Guizé brinca ao eleger qual foi o momento mais marcante da trama:
— Foi quando Laura deixou Caíque no altar no segundo casamento. Eu falei: “Ah, não! Isso não é possível”. Eu, Sergio, não estava aceitando, mas, dramaturgicamente, funcionou muito bem. Foi um trabalho muito especial. Vou sair dele mais espiritualizado e feliz.
Para a atriz, a história em torno da identidade da mãe de Laura a surpreendeu:
— Durante a novela, as pessoas me faziam sempre três perguntas: “Laura e Caíque vão ficar juntos?”, “Marcos vai morrer?” e “Quem é a mãe da Laura?” (risos).
Marcos é diagnosticado com esquizofrenia. Ele termina em manicômio
Marcos é diagnosticado com esquizofrenia. Ele termina em manicômio Foto: Rede Globo/Divulgação
O desfecho
Thiago Lacerda, o vilão Marcos da trama, acredita que, se a história da novela é boa, o público vai se interessar.
— Shakespeare não é bom só porque ele é genial. Cada peça dele tem uma história muito bem amarrada. O público quer uma grande história. E “Alto astral” trouxe isso. Ela cumpriu maravilhosamente seu papel — pontua Thiago.
Com 40 anos de carreira, Christiane Torloni, a Maria Inês, é especialista quando o assunto é novela. Para a atriz, a estrutura do folhetim favoreceu o trabalho:
— Acho que as tramas que têm muitos personagens não estão fazendo sucesso há muito tempo. As pessoas querem seguir oito, dez histórias no máximo. Como não é uma novela longa, foi muito legal como os núcleos foram se organizando durante a história.
Para os fãs da trama, o final promete dias felizes para os mocinhos e punição para o vilão. Laura e Caíque se casam, e Bella (Nathalia Costa) nasce. Já Marcos fica louco e é internado. É esperar para ver!
Samantha fez Claudia Raia brilhar mais uma vez
Samantha fez Claudia Raia brilhar mais uma vez Foto: Rede Globo/Divulgação
Uma vilã que ‘saaabe’ roubar a cena
Mesmo com todas as armações de Samantha (Claudia Raia), foi impossível odiar a vilã de “Alto astral”. A personagem garantiu bons momentos de humor e roubou a cena com suas loucuras para lá de exageradas. Mérito total da atriz.
— É um trabalho que guardarei com muito carinho. Resultado da dedicação de uma equipe muito competente e unida. Mais uma parceria com o meu irmão Jorge Fernando (diretor), sob a supervisão do meu mestre Silvio de Abreu. Dois dos homens mais importantes da minha vida — diz a atriz, que emenda: — Samantha superou as minhas expectativas. Eu a pintei com tons coloridos, e ela acabou sendo uma vilã que ganhou a simpatia do público. Não tem preço.
O sucesso, no entanto, ela divide com o colega de cena, Conrado Caputo, o Pepito.
— É um ator incrível, com quem tive uma troca maravilhosa. Tornou-se um amigo querido e que vou levar junto — elogia Claudia, que adoraria que a dupla ganhasse uma série na telinha: — Seria bem divertido!
Agora, com o fim na novela, Claudia já sabe o que quer: mudar o visual:
— Eu gosto de ser camaleônica. Aguardem!
— Eu gosto de ser camaleônica. Aguardem!
A parceria entre Conrado Caputo e Claudia rendeu boas risadas
A parceria entre Conrado Caputo e Claudia rendeu boas risadas Foto: Rede Globo/Divulgação
ALTOS
- O autor soube conduzir a trama dos espíritos sem querer ser didático ou doutrinar. Algo importante nos dias de hoje, em que tudo é encarado como panfletagem.
- A química entre Elizabeth Savalla e Leopoldo Pacheco. O casal Tina e Manuel foi um show à parte.
- Samantha e Pepito formaram o par perfeito. As risadas foram garantidas com eles.
- Gabriel Godoy encantou o público como Afeganistão.
- A história conseguiu prender o telespectador com um enredo cheio de mistérios.
BAIXOS
- Atores como Kadu Moliterno e Maitê Proença não foram bem aproveitados na obra.
- O vai e volta do casal Caíque e Laura cansou em determinado ponto.
- A história da Samantha, que era ligada aos protagonistas, ficou solta na trama e virou quase uma outra novela.
- O segredo de Tina foi óbvio. Já era esperado que ela tivesse outra família.
- As pistas erradas e constantes sobre a mãe de Laura frustraram o telespectador.

Fonte: EXTRA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja como são os atores de ‘Esquadrão Suicida’ sem a maquiagem dos personagens

Esquadrão Suicida está fazendo barulho há pelo menos um ano. Agora que o filme estrou a maioria dos críticos torceu o nariz. E os fãs adoraram. Mas pouca gente conhece o elenco do filme. Além de Viola Davis, Will Smith e Jared Leto, a maioria dos outros atores não é conhecido do grande público. Vamos dar uma olhada então na cara desse povo sem a maquiagem pesada do filme: Arlequina – Margot Robbie Magia – Cara Delevingne Coringa – Jared Leto Pistoleiro – Will Smith Jai Courtney – Bumerangue

O CLONE RESUMO DO PENÚLTIMO E ÚLTIMO CAPÍTULO

Lucas não encontra a casa de Jade. Edna dá a entrevista. Ali e Zoraide se casam. Albieri e Leo vão à festa. Zein, pensando que Leo é Lucas, lhe dá o endereço de Jade. Leo e Lucas se encontram cara a cara na Medina. Leo e Lucas discutem. Leo corre tentando se desvencilhar de Lucas, que o persegue. Zoraide quer trocar o ouro a que tem direito pelo perdão de Jade. Por telefone Júlio conta para Albieri o que Edna disse na entrevista. Albieri fica atordoado. Nazira vê Miro ao longe em um cavalo. Miro chama Nazira para ir com ele e o cavalo foge voando. Alicinha tenta emocionar Aurélio, mas ele não volta atrás. Mel sente medo na hora de sair da clínica. Cecéu convida Nando para a sua formatura. Nando reclama que não consegue mais se concentrar e Cecéu mostra um jornal onde diz que a banda dele está nas paradas de sucesso. A mãe de Regininha não a deixa entrar em casa. Maysa dá o apartamento que havia montado para Mel e Xande. Mel aproveita a família reunida e pede perdão a todos. Tavinho pr…

O CLONE RETA FINAL: NASCE O FILHO DE KARLA

A situação de Tavinho (Vitor Fasano) começa a se complicar em "O Clone". Após chamar a imprensa para registrar o nascimento de Tavinho Jr. no hospital, Odete (Mara Manzan) volta com Karla (Juliana Paes) para casa decidida a cobrar os direitos da filha e do neto. Odete chega a comentar com Noêmia (Elizângela) que já entrou na justiça contra Tavinho e que pretende pedir R$ 15 mil de pensão para o neto. Noêmia estranha e sugere a Odete que ela simplesmente ligue para o pai e "avise na boa". Odete explica que Tavinho não aceitará tão
fácil assim e Karla complementa dizendo que Lidiane (Beth Goulart), a mulher de Tavinho, é muito ciumenta.