quinta-feira, 7 de maio de 2015

Em 'Babilônia', laudo de arma inocenta Beatriz e Inês se desespera: 'Tem certeza de que não foi pesadelo?'

Beatriz humilha Inês em "Babilônia"
Beatriz humilha Inês em "Babilônia" Foto: Fotos de reprodução
Por essa, Inês (Adriana Esteves) não esperava. Nos próximos capítulos de "Babilônia", o laudo de balística vai desmentir a versão da advogada: não foi da arma registrada por Beatriz (Gloria Pires) que partiu o tiro que quase matou Inês. A partir daí haverá uma reviravolta na novela das nove porque Beatriz, insistindo que a advogada foi vítima de um assalto, diz à polícia que a rival deve ter roubado a mala com dinheiro que entregaria a um fornecedor da construtora. Apesar do resultado ser negativo, Teresa (Fernanda Montenegro) continua desconfiando da enteada. "Eu disse que não tinha nada a ver com essa história", diz Beatriz. "O laudo só prova que você não atirou com a arma registrada em seu nome", responde Teresa.
Beatriz fica revoltada com a postura da madrasta e ela fala que a enteada continua nas mãos da polícia. A empresária, no entanto, diz que agora é só a palavra de Inês contra a dela e que não existem provas. "A Inês omitiu que tinha uma mala de dinheiro com ela. Que sumiu! Foi roubo com tentativa de homicídio. Eu te falei dessa mala", fala Beatriz. As duas começam uma discussão e Beatriz manda a advogada conversar com Pedro (André Bankoff): "Eu não cuido de tudo na empresa, sou a presidente. Peguei mais detalhes com o Pedro sobre o tal pagamento em espécie, eu tenho o memorando assinado por ele, solicitando a verba. Eu não sabia onde estava a Inês. O Pedro pode testemunhar, se for o caso", diz Beatriz.
Assim que Teresa vai embora, Inês aparece por lá cobrando uma resposta da rival sobre o laudo. "Não sei por que, mas eu achava que você vinha me visitar", fala Beatriz. "A balística deu negativo pra sua arma! Como é que você conseguiu esse laudo fajuto? Me diz! Enrolou a Teresa? Ou comprou direto o perito?", pergunta Inês, descontrolada. Beatriz afirma que não atirou nada e que tudo não passa de uma loucura, mas a advogada insiste: "Você atirou em mim! Quase me matou! Você foi cutucar o meu corpo, e eu me fiz de morta, mas eu te vi". "Tem certeza de que não foi pesadelo? E você não respondeu à minha pergunta: como você pôde pensar que ia ganhar de mim? Esqueceu a nossa juventude? É uma lei da natureza, Inês. Mais forte do que a lei dos homens", debocha Beatriz. Inês não entende: "Que lei?! Você é uma criminosa, do que você tá falando?!". "A lei fundamental da nossa amizade. Você perde sempre, eu ganho sempre", responde Beatriz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário