quarta-feira, 4 de março de 2015

Maurílio e Silviano morrem no final de Império

Foto: João Miguel Júnior - TV Globo / Divulgação
Foto: João Miguel Júnior – TV Globo / Divulgação
Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) e Silviano (Othon Bastos) vão morrer no final de Império. O primeiro morrerá pelas mãos de José Alfredo (Alexandre Nero). Josué (Roberto Birindelli), por sua vez, vai atirar contra Silviano. Segundo a colunista Patrícia Kogut, essa é uma das versões escritas pelo autor, Aguinaldo Silva, em que está prevista, inclusive, a morte do próprio comendador.
Quando José Alfredo descobrir que José Pedro (Caio Blat) é Fabrício Melgaço, tentará matar o filho, que será salvo por Maria Marta e fugirá.
O milionário desconfiará de que o rapaz foi para a casa do mordomo e seguirá para lá com Josué (Roberto Birindelli). Mas ele receberá um telefonema do filho exigindo pagamento de resgate, já que ele terá sequestrado Cristina (Leandra Leal) e levado a moça para o galpão onde funcionava a empresa de Silviano.
Josué, então, pegará duas armas e dará uma para o patrão. A dupla seguirá para Bangu, onde ficava a empresa e, depois de muito perguntar aos moradores, conseguirá localizar o galpão. Ao ver o carro do rival se aproximando, Maurílio se posicionará atrás de uma lixeira e ficará com sua pistola apontada para o veículo.
Josué e o comendador pegarão caminhos opostos. Maurílio tentará acertar o segurança, mas José Alfredo irá atrás dele. Maurílio sumirá por alguns instantes e reaparecerá logo depois, apontando a arma para Zé.
O vilão ordenará que o milionário jogue sua arma no chão. Ele obedecerá e abrirá os braços:
- Se chegou a minha hora, então seja breve.
- Seu desejo é uma ordem – responderá ele.
Josué ajudará a distrair o biólogo, e José Alfredo acertará o tiro.
- Ainda faltam dois. Maurílio já foi para o inferno! Quem vai ser o próximo e fazer companhia para ele? – gritará o milionário, que ameaçará arrombar a porta do galpão.
José Pedro manda o pai entrar e Silviano tentará se esconder, mas será impedido por Josué.
Enquanto o segurança estiver mantendo o mordomo sob controle, o comendador conversará com o filho. O primogênito dirá que foi muita ousadia tê-lo desobedecido:
- Eu disse para ficar aguardando meu telefonema!
- Mas, como nunca dei a menor importância ao que você diz, tratei de descobrir onde é que você estava para lhe dizer cara a cara o que decidi sobre a sua proposta.
- Vai fazer a transferência do dinheiro para mim?
- Não. Enquanto Josué cuida do Silviano, vou soltar a Cristina e lhe dar a lição que você merece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário