domingo, 14 de dezembro de 2014

Maurílio será o responsável pela salvação da Império


Alex Carvalho, TV Globo
Alex Carvalho, TV Globo
Maurílio (Carmo Dalla Vecchia), o maior inimigo de José Alfredo (Alexandre Nero), será o grande responsável pela salvação da empresa da família Medeiros nos próximos capítulos de Império. Depois da morte do Comendador, todos vão saber do rombo nas contas da Império das Joias. Maurílio, então, vai pedir Marta (Lilia Cabral) novamente em casamento, para salvar a empresa.
José Pedro (Caio Blat) ficará surpreso com os cofres vazios. Ele e os irmãos desconfiarão, automaticamente, de Cristina (Leandra Leal), que será a nova presidente do grupo. Enquanto isso, Maurílio fará sua proposta.
- Se a gente casar, eu juro que vou fazer o possível para que esqueça José Alfredo e seja feliz comigo. E não vai haver mais briga na Justiça, já que, através do casamento contigo, eu entro na empresa.
Marta rejeita a proposta. Mas, quando fica sabendo da situação da empresa, Maurílio dirá que tem a solução.
- Já sei… Eu me casar com você! Maurílio, só tem um detalhe que você esqueceu nessa história toda. Não sou eu quem apito mais na Império. É a adotada dos cachinhos de macarrão instantâneo. Nós dois casarmos não é nem um pouco vantajoso para você!
- Mas é para você, Marta! Você disse que sabia tudo a meu respeito, mas não é verdade. Ainda desconhece um fato importantíssimo. Sou formado em biologia, mas não exerço a profissão. Sou um homem rico!
- Se você é rico, me responde uma coisa. Por que planejou uma vingança contra Zé Alfredo? – desconfiará ela.
- Simples: ele matou o meu pai!
- Você não tem como provar, e Zé jurou que não fez isso! Pelo contrário, disse que defendeu seu pai do homem que havia tomado de assalto o garimpo. Se há chances de Zé Alfredo ter falado a verdade, por que se vingar do meu marido? Ainda há pouco ameaçou entrar na Justiça pelo dinheiro. Exige ressarcimento do que julga que Zé roubou de seu pai. Mas, se esse dinheiro não te faz falta, já que é rico, o que pretende afinal, Maurílio?
Maurílio insiste que, sem casamento, a empresa não sai da crise. Sem saída, Maria Marta topa e marca uma reunião com os filhos. Ela exige que a união aconteça dentro de seis meses, mas que o aporte de dinheiro seja imediato. Ela vai propor um contrato formal de empréstimo pelo qual a Império fica como garantia até que eles se casem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário