segunda-feira, 12 de março de 2012

Globo se preocupa com falta de autores para o horário nobre

O horário nobre da Rede Globo é composto por um seleto grupo de autores de novelas, que seguem uma espécie de "rodízio". A ordem, nos últimos anos, foi Gloria PerezManoel CarlosSílvio de AbreuGilberto BragaAguinaldo Silva e João Emanuel Carneiro. Este último, após vários sucessos às 19h, foi "promovido" para às 21h em 2008, quando escreveu A Favorita. Agora, ele se prepara para voltar ao ar com Avenida Brasil, que estreia dia 26.
Com exceção de João Emanuel Carneiro, há algum tempo não há mudanças no grupo que escreve para o horário das 21h. Já às 18h e 19h, vários estreantes tiveram espaço nos últimos anos, com destaque para a dupla Duca Rachid e Thelma Guedes, autoras deCama de Gato e Cordel Encantado, e Lícia Manzo, que conquistou o público com A Vida da Gente. Entre os veteranos de novelas das seis e das sete, temos Walther Negrão,Walcyr CarrascoMiguel Falabella e Antonio Calmon.
Após o fim da atual novela das nove, Fina Estampa, teremos Avenida Brasil, de João Emanuel Carneiro. No segundo semestre, Gloria Perez prepara uma nova superprodução, que se passará na Turquia.
Porém, ainda não foi definido quem entrará no lugar de Gloria no início de 2013. Pela ordem, seria Manoel Carlos, mas o autor estará envolvido com Vale Abraão, macrossérie que irá ao ar às 23h. Sílvio de Abreu, o próximo da fila, também estará às voltas com outro trabalho. Ele prepara o remake de Guerra dos Sexos para o horário das 19h.
Portanto, cogita-se a volta de Benedito Ruy Barbosa, que não escreve uma novela das nove desde Esperança, em 2003. Segundo o Extra, há também a chance de Aguinaldo Silva voltar ao ar antes do previsto, já que a audiência de Fina Estampa agradou à emissora. O autor negou a informação em seu Twitter e revelou que Walcyr Carrasco deve ser responsável por uma nova trama em 2013, pois já terá encerrado o remake de Gabriela.
Mas eu ainda acho que a Rede Globo deveria arriscar mais. Por que não investir em Lícia ManzoA Vida da Gente tinha uma história digna de horário nobre, então, um novo trabalho da autora poderia se encaixar perfeitamente nessa faixa. Afinal, o estilo dela é muito semelhante ao de Manoel Carlos e agradaria em cheio ao público, vocês não acham?
E aí, que autor deve ganhar espaço no horário nobre em 2013?

Nenhum comentário:

Postar um comentário