sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Roberto Bolanos, o Chaves, ganhará homenagem na América Latina

http://natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20111124201622.jpgEm 2012, o comediante mexicano Roberto Gómez Bolaños, o Chaves, será homenageado em 11 países da América – entre eles o Brasil -, pelos seus 40 anos de carreira.
A informação foi divulgada pela rede mexicana Televisa nesta semana.
Brasil, México, Colômbia, Argentina, Bolívia, Guatemala, Equador, Peru, Costa Rica, Estados Unidos e Nicarágua farão parte do tributo, chamado de “América comemora Chaves”, que ocorrerá entre os dias 1 e 11 de março do ano que vem.
“Será um agradecimento a meu pai por parte da Televisa, à qual já se somaram outras emissoras da América Latina”, contou o produtor Roberto Gómez Fernández, filho de Chaves, que no início chegou a dizer que ele se negaria a receber a homenagem.
“Foi um pouco complicado convencê-lo, porque ironicamente não lhe agradam os reconhecimentos públicos, é muito tímido. Os que o conhecem, sabem disso”, explicou o filho.
Entre as várias atividades que devem acontecer no evento, estão coreografias no Brasil (samba), México (quebradita), Colômbia (vallenato), Argentina (tango) e Estados Unidos (hip hop).
Também está programado um concurso de imitadores de “Chaves”, com um prêmio de US$ 50 mil, jogos do tipo trivia (perguntas com três respostas) sobre os personagens do comediante, desfile, uma música inédita em sua homenagem, entre outras surpresas.
No México, serão apresentadas ainda produções em referência aos 40 anos de trajetória de Bolaños, que além de Chaves fez muito sucesso como o herói Chapolin Colorado.
E mais: No final de 2012, será lançado um livro com documentos e fotos inéditas do comediante, que Florinda Meza – a Dona Florinda e atual esposa de Roberto Bolanõs – guardou durante mais de 30 anos.
Atualmente com 82 anos, Chaves possui um perfil no Twitter que têm mais de 1,8 milhão de seguidores. Ele posta em sua página diariamente e troca mensagens com os internautas, além de dar retweets a quem pede.

Nenhum comentário:

Postar um comentário