quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Reta-final de “Novo Mundo”: Domitila tenta matar Leopoldina, mas leva tiro de Dom Pedro!

Apesar de ter ficado conhecida como “A favorita do Príncipe”, Domitila (Agatha Moreira) vai ter uma prova nada agradável da dimensão do amor de Pedro (Caio Castro) por Leopoldina (Letícia Colin), na reta final da novela “Novo Mundo”. Em cenas dos últimos capítulos da trama das seis, a amante se enfurece ao ver um beijo do casal e prepara sua arma para matar a Imperatriz, mas antes de apertar o gatilho, é atingida por um tiro disparado pelo Imperador.
Tudo começa em cenas previstas para irem ao ar a partir do capítulo de quarta-feira (20), depois que Domitila já tiver voltado para o Rio de Janeiro contra as ordens de Pedro, que será levado até ela à força, numa espécie de “sequestro por amor”. Não satisfeita, a concubina manda um bilhete para a rival dizendo que seu marido está com ela, e chegará a ir até o Paço, onde tem um novo embate com Leopoldina, e acaba sendo mais uma vez expulsa pelo amado.
No mesmo capítulo, Domitila fica sabendo por meio de Patrício (André Dias), que Pedro e Leopoldina farão um passeio juntos. Furiosa pela humilhação e inconformada em ser a outra, ela vai atrás dos dois e, ao vê-los se beijando, engatilha sua arma, mirando contra a Imperatriz. Contudo, Pedro a vê e atira na amante a tempo de impedi-la de atentar contra a vida de sua mulher.
Apesar da decisão tomada, Pedro se desespera ao ver que Domitila está ferida e Leopoldina, apesar de tudo, não pensa duas vezes e se apressa em ajudar a mulher que tanto a fez sofrer propositalmente e que teria atirado nela, não fosse a intervenção do marido. O ferimento, porém, não é grave e Domitila logo se recupera. Pedro então manda Francisco (Alex Morenno) levar Domitila de volta para São Paulo.
Fonte: Pure People.

Ivana/Ivan será espancado na rua e perderá o bebê, em “A Força do Querer”!

A situação de Ivan (Carol Duarte) vai piorar na penúltima semana de “A Força do Querer”. Na reta-final da novela, o personagem vai sofrer mais uma agressão por ser transgênero. Como já contamos aqui, em breve, ele descobrirá que a noite de amor com Cláudio, ainda quando não havia se descoberto como trans, gerou uma criança. Ao saber da gravidez, Ivan vai se desesperar, mas decidirá ter o filho. Entretanto, segundo a publicação, a alegria durará pouco.
Ele vai levar uma surra de três pitboys na rua e acabará abortando. “É confuso… Eu não tinha nem conseguido realizar que ele estava aqui… Que eu ia ter um filho… Não conseguia me imaginar daqui a uns meses com a barriga enorme”, diz ele, emocionado. A publicação ainda revela que terá uma cena de Ivan com barrigão mesmo a gravidez tendo sido interrompida.
O personagem vai aparecer grávido na cena em que ele se imagina com a barriga usando barba e bigode. “Nos sites de buscas, se você escreve ‘homem grávido’ vai ver uma porção de vídeos, mostrando trans homens que tiveram filhos… Eu ficava olhando… tentando entender como é que eles se sentiam…querendo conversar com eles… “, fala. Que triste, né? A violência e o preconceito vão impedir Ivan de ter o filho com Cláudio.
Fonte: Hugo Gloss.

Ferdinando se suicida ao lado do túmulo de Letícia, em “Novo Mundo”!

Nem Diara (Sheron Menezzes), nem Greta (Júlia Lemmertz): Ferdinando (Ricardo Pereira) vai se entregar à morte no final da novela “Novo Mundo”. Nos últimos capítulos da trama das seis, que termina no dia 25, o viúvo decide retornar ao local no meio da mata em que enterrou a mulher, Letícia (Maria João Bastos) e lá será visto pelo público pela última vez, seguindo uma luz que surge em meio à névoa.
Ferdinando se suicida ao lado do túmulo de Letícia, após se despedir de Diara e Wolfgang (Jonas Bloch). A essa altura da trama, Greta já terá sido desmascarada pelo envenenamento do irmão, e o destino da vilã será acabar em um porão de navio, sendo deportada para a Áustria. Nas cenas, não será explícita a maneira que botânico tira a própria vida, mas ele se lamenta, e pede:
“Não posso viver sem você. Não sou capaz. Acredito no amor, nosso amor continua vivo. Mas preciso estar contigo, preciso estar ao teu lado. Estou indo, meu amor. Estou indo. Tu vens me buscar?”. Em seguida, o pesquisador desaparece em meio à névoa, ao seguir uma luz.
Fonte: Pure People.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Atriz Rogéria morre aos 74 anos no Rio


Resultado de imagem



Morreu por volta das 22h desta segunda-feira a artista Rogéria, aos 74 anos, em decorrência de uma infecção generalizada. Ela já estava internada há um mês no Hospital da Unimed-Rio, na Barra, segundo a amiga Jane Di Castro, para tratar um quadro de sepse urinária. Chegou a ter alta no último dia 25, mas voltou para o hospital ao se sentir mal novamente.
— Eu nem consegui visitá-la, porque não deixavam entrar. Ela permaneceu na UTI por muitos dias. O problema dos rins se agravou muito, ela precisava operar, mas não podia, por conta de uma taquicardia, e acabou virando uma infecção generalizada — contou Jane, por telefone, depois de sair aos prantos do "8º Concurso Talentos Dublagem Gay", que acontecia esta noite, no Theatro Net Rio, em Copacabana: — A Gottsha (cantora) me contou durante o evento e eu não aguentei ficar. Estou aqui, chocada, porque é mais uma parte da nossa história que se vai. Ainda bem que as "Divinas Divas" ficaram imortalizadas no filme da Leandra Leal. Rogéria nem soube da alegria de estarmos na lista para tentar uma vaga no Oscar. Se formos classificadas, será uma grande homenagem a ela.
Jane e Rogéria eram amigas desde a adolescência e construíram uma história nas artes juntas:
— Ela foi e sempre será o maior ícone travesti do Brasil. Brilhou com tanta dignidade, com tanto talento, e agora se foi... Mas a vida é assim, tem um começo, um meio e um fim. Infelizmente, o fim chegou — lamentou Jane.

O espetáculo
O espetáculo "Divinas Divas", com Rogéria e Jane Di Castro ao centro Foto: Divulgação

Angela Leal, proprietária do Teatro Rival, foi uma das primeiras a anunciar a notícia da morte, com tristeza. Em seu Twitter, ela escreveu: "Minha Amiga Rogéria a Diva mais Divina! Acaba de partir! Vai querida em paz! A eternidade te aguarda de braços abertos! Triste estou!".
Nascido Astolfo Barroso Pinto, o mais ilustre filho de Cantagalo, cidade do interior do Rio, já mostrava ser um menino diferente desde pequeno. Ao 3 anos, andava pela casa da família com um pedaço de pano fazendo às vezes de cauda de vestido. O curioso é que tinha horror de bonecas, brincava com os meninos e saía no braço com quem o ameaçasse. Já na adolescência, com a consciência de sua orientação sexual, bem recebida, inclusive, pela família, Astolfo virou Rogério e, aos 19 anos, já trabalhando como maquiador, embelezou as estrelas da música, teatro e da extinta TV Rio.
A consagração do nome artístico veio no concurso de fantasia no Teatro República, em 1964. Ao ficar com o primeiro lugar, foi apresentada pelo locutor como: "Este é Rogério, o maquiador da TV Rio". Mas o público começou a gritar "Rogéria, Rogéria" e, assim, foi batizada com o nome que a deixaria famosa. Foi por três anos vedete de Carlos Machado, no auge do Teatro de Revista, no fim dos anos 60. Circulou por Espanha, Inglaterra e França, onde atuou nos mais animados cabarés.

Ainda na época de Astolfo
Ainda na época de Astolfo Foto: Arquivo

Na televisão, fez as novelas "Tieta" (1989), "Paraíso tropical" (2007), "Duas caras" (2008), "Malhação" (2012), "Lado a lado" (2012) e "Babilônia" (2015). Além de várias participações em programas de humor como "Sai de baixo", " A praça é nossa", "Zorra total", "A grande família" e "Toma lá da cá" e vários filmes. A artista está no grupo de travestis e transexuais retratado no documentário "Divinas divas", dirigido por Leandra Leal, eleito o melhor filme do mais recente Festival do Rio. Ano passado, lançou sua biografia "Rogéria - Uma mulher e mais um pouco".
Considerada a "travesti da família brasileira", Rogéria dizia nunca ter desejado ser mulher, apenas gostava de se parecer uma. "Sou Rogéria, com muito orgulho de preservar o Astolfo Barroso Pinto", afirmava. Por isso, nunca pensou em ser transgênero. "Minha mãe, Eloá Barroso, só tinha essa preocupação: que eu quisesse me operar. Isso nunca me passou pela cabeça. Pra quê? Se a tampa da privada estiver abaixada, sento para fazer pipi. Se não, faço em pé com a maior naturalidade", disse Rogéria, em entrevista ao Canal Extra, 2013.
Nessa mesma entrevista à revista, a artista falou sobre o medo da morte: "Só gostaria que ela me avisasse três horas antes. E que não viesse na forma de caveira, com foice, mas como o fantasminha Pluft. Eu me arrumaria toda. Queria ser enterrada num caixão de vidro. Antes que endurecesse, as bichas me esticariam. Meu irmão faria a maquiagem. Na lápide, estaria escrito: "Aqui jaz a maior estrela do transformismo nacional".

FONTE EXTRA

Gloria Pires interpreta Elizabeth em 'O Outro Lado do Paraíso' Personagem é apaixonada pela família, mas terá reviravolta no decorrer da trama; veja primeira foto da atriz caracterizada!


Gloria Pires será Elizabeth em 'O Outro Lado do Paraíso' (Foto: Raquel Cunha/Divulgação )

Elizabeth é uma mulher apaixonada pela filha Adriana (Lara Cariello/Julia Dalavia) e pelo marido Henrique (Emilio Melo), diplomata prestes a se tornar embaixador dos Estados Unidos. Aparentemente, a personagem de Gloria Pires, em O Outro Lado do Paraíso, tem uma vida perfeita, equilibrada e sem muitas emoções. Pelo menos, até a reviravolta que sua personagem sofrerá na trama – seu sogro, Natanael (Juca de Oliveira), sempre a rejeitou e fará de tudo para afastá-la do filho.
Glória Pires está de volta à dramaturgia após um ano e já começou a gravar a próxima trama das 9, que tem estreia prevista para outubro.
Veja a primeira foto da atriz caracterizada como a personagem!
A personagem de Gloria Pires sofrerá reviravolta na trama. O que será? 👀 (Foto: Raquel Cunha/Divulgação )

FONTE: GSHOW

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

“A Força do Querer” iguala recorde de audiência com revelação de Ivana

Ivana revela à familia que é trans  (Foto: Estevam Avellar/TV Globo)Com Ivana (Carol Duarte) se revelando transexual para a família, “A Força do Querer” repetiu nesta terça-feira (29) sua melhor audiência.
A trama escrita por Gloria Perez alcançou 42.0 pontos de média e 58% de participação, igualando recorde de audiência, segundo dados consolidados do Ibope da Grande São Paulo. No Rio, “A Força do Querer” marcou sua segunda maior audiência: 44 pontos de média e 63% de participação – o recorde na capital carioca é de 45 pontos, em 21 de agosto.
Já na faixa das 23h, “Os Dias Eram Assim” bateu recorde às terças-feiras, com 20.1 pontos de média e 41% de participação. Cada ponto equivale a 70.5 mil domicílios na Grande São Paulo e a 44 mil no Rio de Janeiro.
Repercussão de “A Força do Querer” nas redes sociais
O tão aguardado momento em que Ivana (Carol Duarte) revela para a família que é transexual gerou a maior repercussão nas redes sociais para A Força do Querer até hoje. No capítulo de ontem, ao todo, foram 107 mil depoimentos, um crescimento de 221% comparado à última segunda-feira, e de 206% em relação à terça-feira passada. O episódio superou em 20% o volume de depoimentos da estreia da novela.
Toda a sequência de Ivana com a família emocionou o público, que demonstrou total apoio à personagem. Muitos disseram que irão se lembrar para sempre dessas cenas. O Twitter criou um Moment da situação vivida pela personagem. A cena em que Ivana corta o próprio cabelo foi percebida como uma espécie de libertação, fez os internautas vibrarem e compararem com a situação vivida por Carolina Dieckmann em Laços de Família (2000). No Google Trends, os termos Transgênero e Tarso Brant, que inspirou a história da personagem, estiveram entre os assuntos mais procurados. Nos Trending Topics, #AForçaDoQuerer entrou 59 vezes nos TTs Mundo e 53 vezes nos TTs Brasil. Ivana entrou 16 vezes nos TTs Mundo e 43 vezes nos TTs Brasil. Já Carol Duarte entrou 1 vez nos TTs Mundo e 4 vezes nos TTs Brasil e Maria Fernanda Cândido 1 vez nos TTs Mundo e 3 vezes nos TTs Brasil. O termo Que Atriz, referindo se a Carol Duarte, entrou 1 vez nos TTs Mundo e 2 vezes nos TTs Brasil.
A campanha “Tudo Começa pelo Respeito” que abordou a transexualidade também foi extremamente elogiada pelo público que considerou perfeita a exibição após a cena de Ivana. Elogios foram feitos à emissora por abordar o assunto e frases ditas no vídeo foram replicadas pelos telespectadores. A hashtag #Respeito, entrou 14 vezes nos TTs Brasil.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

‘A Força do Querer’: os bastidores do corte de cabelo de Ivana

O drama de Ivana (Carol Duarte) na novela A Força do Querer, de Gloria Perez, ao enfrentar a transição do gênero feminino para o masculino, terá capítulos dramáticos na próxima semana. Após a mãe, Joyce (Maria Fernanda Cândido), flagrar a filha simulando que fazia a barba no banheiro, vestida como um garoto, ela agora encontrará as mechas da menina pelo chão, e entrará em desespero. Mais do que uma mudança de visual, será uma virada que transformará Ivana em Ivan.
Para gravar as cenas cruciais na guinada de Ivana, aquela em que ela conta à família ter descoberto que na verdade é um garoto e a sequência em que corta, com as próprias mãos, os cabelos longos, a produção da trama esvaziou o estúdio. As cenas foram gravadas todas em um mesmo dia, que previa apenas essas sequências, para que não houvesse interferência no set e os atores pudessem se concentrar nos sentimentos que o texto pedia.
Funcionou. A carga emocional da cena em que Ivana corta os cabelos foi tão alta que, ao final da gravação, a atriz Claudia Mello (a Zu do folhetim) abraçou e elogiou Carol Duarte. “Que atriz sensacional”, disse.
A bola estava mesmo com ela. Antes de as câmeras serem ligadas, Dan Stulbach, que faz o pai de Ivana, gritou: “Arrasa, Carol!” Sob a direção de Rogério Gomes, que promoveu uma conversa com os atores antes de gravá-los, a atriz entrou em cena.